Disqus for Eclausuradas nas Histórias

Resenha: Vaclav & Lena

     
      Iniciei Vaclav & Lena sem pretensão nenhuma, estava apenas curiosa porque vi várias opiniões boas e também ruins do livro. Digo a vocês que o livro foi uma ótima surpresa.
   
      Bom, o livro conta a história de duas crianças, Vaclav e Lena. Os dois são imigrantes russos que se conheceram nos Estados Unidos por estudarem na mesma escola. A família de Vaclav veio para os EUA em busca de uma melhor condição de vida e Lena veio para morar com sua única parente viva, a tia dançarina de boate. 

     A tia de Lena não pode cuidar da menina por consequência do emprego e por isso pede que a mãe de Vaclav passe um tempo com Lena. Não morando, apenas passando algumas horas do dia. Acaba que a família, principalmente Vaclav, se afeiçoam e sentem pena pelo estado que ela se encontra. 
     
     Depois de tempos convivendo juntos, os dois viram inseparáveis e Vaclav se apaixona por Lena. Algo muito doce, que nem ao menos ele sabe que está apaixonado.
   
     Lena tem dificuldade em aprender inglês e Vaclav a ajudava, simplesmente porque achava que tinha que ser assim. 

“Em seguida, há instruções para que as crianças discutam com seu grupo o que procurariam salvar em suas casas em caso de incêndio. [...]
Vaclav decide dar uma resposta mentirosa à pergunta, porque falar a verdade seria constrangedor. A verdadeira coisa que ele salvaria num incêndio seria Lena.”

     O pequeno Vaclav tem o sonho de ser mágico, mas isso só funcionaria se tivesse Lena como assistente. Sem ela, parecia que tudo era algo vazio e sem sentido. Ele só conseguia ver seu futuro com ela ao seu lado. Lena era de Vaclav e Vaclav era de Lena. Não existiria futuro sem Vaclav, O Magnífico e Lena, sua assistente.

 “Isso é algo que Lena faz por Vaclav: ela torna tudo melhor apenas por estar ali. Isso é algo que Vaclav espera que também seja capaz de fazer por Lena.”
     Mas o destino pregou uma peça, os dois não ficariam juntos por um bom tempo. 
  
     A escrita da Haley é diferente de tudo que já li, crua e em terceira pessoa, que em alguns momentos tornou o livro maçante e chato, mas nada que me fizesse desistir de terminar o livro.
  
     A inocência de Vaclav é algo tão puro e fofo que fiquei encantada pelo que ele sentia por Lena. A garota também me conquistou com a sua forma de pensar, sempre precisava de um tempo para absorver e entender tudo o que acontecia ao seu redor, não ficava devaneando.

''Enquanto isso, Lena, no chão, escuta tudo. Por ser calada, os adultos se esqueciam dela, e Lena adquiriu um superpoder que a maioria das crianças desejaria ter: tornou-se invisível. [...]''  
     Ao fim do livro, eu apenas fiquei abraçada com ele pensando como uma história pode ser tão boa. Tem seus momentos tristes e difíceis, mas a promessa de que o amanhã vai ser melhor me deixou fascinada. 
  
     Bom, já entenderam que o livro é bom, não é? Recomendado!

Trilha Sonora Indicada


Vaclav e Lena parecem destinados um ao outro. Eles se encontram pela primeira vez aos 6 anos, numa aula de inglês para imigrantes em Brighton Beach, no Brooklyn. Vaclav é precoce e falante. Lena, com dificuldade no idioma, refugia-se na segurança de sua adoração por ele. Ele imagina a história dos dois se desenrolando como em um conto de fadas. No entanto, uma das muitas verdades a serem descobertas nessa extraordinária obra de estreia de Haley Tanner é que "felizes para sempre" nunca é um desfecho garantido. Um dia, Lena não vai à escola. Desaparece da vida de Vaclav e da família dele como num cruel truque de mágica. Durante os sete anos seguintes, Vaclav deseja boa-noite a Lena todos os dias, perguntando-se se ela faz o mesmo onde quer que esteja. No dia do aniversário de 17 anos de Lena, ele finalmente descobre o que aconteceu. Haley Tanner tem a originalidade e a verve de uma contadora de histórias nata, e também a ousadia de imaginar um mundo em que o amor pode superar as circunstâncias mais difíceis. Em Vaclav & Lena, a autora dá vida a dois inesquecíveis jovens protagonistas que evocam a alegria, a perplexidade e a paixão de se ter uma profunda e duradoura ligação com outra pessoa.



5 comentários:

  1. Leitura entre amigas23 de janeiro de 2013 17:52

    Oii!!
    A história parece ser muito linda, e bem desenvolvida!
    Depois da sua resenha vou procurar ler o livro, gosto de livros narrados em terceira pessoa!
    Beijos


    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  2. Oi..

    Não sei se esse seria o meu estilo de leitura, mas no geral, parece ser um livro interessante.
    E sim, quando gosto de um livro, também o abraço e penso como tudo isso pode acontecer, haha.

    Ótima resenha!

    João Victor, Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Já faz um tempo que esse livro tá na minha lista de desejados! Deve ser bem bacana e fofinho mesmo. Vou comprar! *O*


    Parabéns pelo blog! :D


    Beijooooos


    Gleice
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!!

    Eu não conhecia esse livro ): Gostei da história, até porque eu terminei de ler As Vantagens de Ser Invisível agora e quero ler outros livros em que o personagem seja inocente e fofo hahahahaha <3

    Amei a capa! Eu amo essa combinação de roxo (ou seria lilás? haha) e azul, acho bacana <3

    Adorei a resenha e já estou seguindo seu blog :)



    Beatriz Ramos - Letras & Folhas

    http://www.letrasefolhas.com :)

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, Lorena! Quero muito ler, parece ser uma história bem fofinha. Sem contar que a capa é linda *-*


    Beijo:*
    Naty.

    ResponderExcluir